quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Relacionar-se...


A importância da conversa

Paulo Coelho

 

Em toda relação humana, a coisa mais importante é a conversa,  mas as pessoas já não fazem mais isso – sentar para falar, e para escutar os outros. Vão ao teatro, cinema, veem televisão, escutam rádio, leem livros, mas quase não conversam. Se quisermos mudar o mundo, temos que voltar para a época em que os guerreiros sentavam-se em torno da fogueira, e contavam histórias.

As pessoas que contam suas histórias começam a mudar radicalmente. A tristeza vai desaparecendo de suas vidas, as aventuras recomeçam. O amor, que teoricamente seria ameaçado por tantas mudanças, fica mais sólido e maior.


 amor21.jpg

9 comentários:

  1. Lindo e palavras sábias, verdadeiras!!Conversas, relacionamentos fazem bem! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. as pessoas que contam suas histórias começam a mudar radicalmente, a tristeza vai desaparecendo de suas vidas , uma verdade Célia
    forte abraço
    elisa

    ResponderExcluir
  3. Amei, lindo post amiga Célia, é verdade, estar com pessoas, conversar, adoro isso, tenho aqui em casa o hábito de conversar e muito, com todos, minha filha e netos estão sempre por perto, a família do meu filho mora em Manaus, mas nos falamos pelo Skype, iremos, meu marido e eu, revê-los no feriado de carnaval para conversar, pescar, nadar juntos em perfeita harmonia, amo isso, acredito que o motivo de minha alegria na vida é a capacidade de me relacionar!
    Abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  4. Nós agora conversamos à distância, Célia. A tela do computador é a nova fogueira. Diante dela, contamos histórias e fazemos comentários sobre gatos, cidades surrealistas, política, arte, cotidiano, livros, música. O importante é escolher bem os companheiros de conversa. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Conversar em torno de uma fogueira tem uma magia especial. Fiz muito isso na infância, quando a família costumava acampar nas praias de rios afastados da cidade. Hoje, não apenas as fogueiras e conversas cara a cara estão raras, mas também não encontramos rios calmos e limpos pra passar dias tranquilos. Além do mais, considerando que temos energia elétrica nas fazendas e até nos acampamentos, fazer uma fogueira hoje seria um trabalho que as pessoas não se empenham mais em assumir. Pois é, Célia, essa mudança dos tempos e dos hábitos dá uma boa conversa.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. É tão verdade.

    Isabel Sá
    http://brilhos-da-moda.blogspot.pt

    ResponderExcluir
  7. E conversar na calçada com cadeiras e vizinhos reunidos, contando causos!!!!! Como era bom! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Pertinente!
    Recuso-e a estar com pessoas e não conversar!
    :)

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Célia
    Nesta semana me detive com uma religiosa a respeito do tema... ninguém mais quer saber de ouvir...
    Bjm festivo de 2015

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.