quinta-feira, 19 de fevereiro de 2015

Criaturas...


CINZAS
Ir. Lauro Daros


Meu corpo sabe muito.
Ele tem segredos que o coração não vê
e a mente não quer ver.
Porque às vezes doi
o processo de me pulverizar...
Vaidades perdoáveis...
Grãos de mim e das estrelas
se desprendem, sem cessar, a pele é fronteira.
Pós íntimos.
As estrelas e eu olhamo-nos,

reconhecemo-nos,
piscamos
e rimos da grandeza da existência
e das tolices da vida.
O tempo parece não cessar,
e a vontade de brilhar é infinita.
Mas o pó que se liberta
faz a doce denúncia

de que estamos sempre de partida.
É tão bom partir.
Viajar é sonho.
É estar disponível ao milagre da vida
que o Criador tece do nosso pó: eu e as estrelas.

Assim, somos eternos.

 

 

10 comentários:

  1. Lindo e nossos corpos muito sabem mesmo... Belo final! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. ~ Não o conhecia... Felizes dos que se tornam amigos das estrelas...

    ~ ~ Grata por partilhar beleza e luz. ~ ~

    ~ ~ ~ Abraço amigo. ~ ~ ~
    ~

    ResponderExcluir
  3. é fácil navegar na onda leve da poesia infinita! abraços

    ResponderExcluir
  4. Lindo, lindo, Célia! Pra variar, :) concordo. Beijos!

    ResponderExcluir
  5. Célia, que bom aprendermos com este tempo tão precioso que é o período quaresmal. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. OI CÉLIA!
    QUE BELA VISÃO DO POUCO QUE SOMOS ENQUANTO VIVENTES E DO MUITO QUE UM DIA SEREMOS, QUANDO NOS DISPUSERMOS A ENTENDER ESTAS PARTIDAS, NAS QUAIS NOS TORNAMOS ETERNOS.
    LINDO AMIGA.
    ABRÇS




    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Será que quando virarmos cinza vamos ver as estrelas? Tomara! Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oiii Célia, Lindo amiga, damos valor a tantas pequenezas nesta vida, e não temos ideia do quanto nossa existência deve ser infinitamente maior que nossa mesquinhez... bjossss

    ResponderExcluir
  9. O Pó que ainda não somos, é a fertilidade plena, o fruto da Vida madura, o caminho...
    Bela Poesia, Célia. Parabéns.



    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.