sábado, 14 de março de 2015

Dia Nacional da Poesia


Água e Fogo.

 

 

Você água,

Eu fogo.

Você apaga,

Eu acendo.

 

Você limpa, germina.

Eu queimo, mato.

Você colhe, acolhe.

Eu destruo, afugento.

 

Contrapontos tão diversos,

Difusos e confusos,

No amor e no ódio,

Completam-se.

 

Busco seu exemplo,

Olho em seu espelho,

Reflete-me você,

Puro, nobre.

 

Na tranquilidade de uma pessoa,

A existência de duas.

Na agitação de duas pessoas,

A existência de uma terceira.

 
Célia Rangel

10 comentários:

  1. LINDA poesia ,bem inspirada ! Parabéns! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pelo teu dia e também pelo "Água e Fogo".
    Um ótimo fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. ~
    ~ ~ Um poema, simplesmente, f a n t á s t i c o !

    Então tendes dois dias para homenagear a poesia, o nacional e o internacional.

    ~ Fazeis muito bem, pois é uma arte sublime.

    ~ ~ Excelente fim de semana, grande poetisa!

    ~ ~ ~ ~ Abraço muito amigo. ~ ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  4. Amiga Célia, que lindo, há poesia em tudo, para tanto o poeta/poetisa, só precisa perceber, sentir, ver, amo poetizar, embora nem chego aos pés da verdadeira poesia!
    A Poesia merece ter um dia dedicado à ela, pois felizes são os que a percebem!
    Amei ler amiga sempre sensível!

    ResponderExcluir
  5. Nesse trocadilho da vida, em tudo vale o equilíbrio.Muito bom, Célia.
    Abração.

    ResponderExcluir
  6. A cada aspecto, o seu oposto.
    A cada gosto, o seu desgosto.
    Belo post!

    ResponderExcluir
  7. E assim nos vamos completando.... Abençoada natureza que tão perfeita é!

    Beijinhos e bom domingo.

    ResponderExcluir
  8. Além de escrever um poema pra lá de bonito, você encontrou uma ilustração adequada a ele. Você é incrível, Célia! Beijos!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.