domingo, 29 de março de 2015

Tornou-se passatempo














Mergulho em pensamentos no espaço do vazio mental
e percebo sua presença sempre sorrindo.

Chega a ser um véu colorido de esperanças vãs
que simbolizam amores deixados no porão da memória.

Com o olhar penetrante busco o seu esconderijo
toco-lhe a face vejo-o e parto íntegra.

Atravesso a saudade com marcantes arrepios
que 'sonambulizam' corpo desintegrando alma.

Há tropeços nos degraus amorosos
que fazem de nós amantes por inteiro.

Então recorro às palavras
e transformo-as em depositárias das emoções.

Assim participamos de um mesmo cenário
um esmaecido calendário de magias passadas.

Célia Rangel


14 comentários:

  1. Que lindo modo de ver as coisas.Adorei esse final! bjs, lindo domingo,chica

    ResponderExcluir
  2. Lindas palavras em dísticos bem inspirados, assim é a vida, ainda bem que há as magias passadas para serem lembradas!
    Amei ler amiga Célia!
    Deixo aqui um abraço bem apertado!

    ResponderExcluir
  3. Olá amiga passando para deixar o meu carinho e agradecimento pelas visitas e atenção a mim dedicada. Domingo é dia... Do descanso merecido, dos encontros com a família, com amigos e amores. Encontrar consigo mesmo, com suas crenças, ou apenas com a natureza. Um brinde ao nosso Domingo, que ele venha recheado de bênçãos!! Que sejamos livres de preconceitos. Que nenhum de nós se esqueça da força que existe dentro de cada um e que essa força vem de Deus. Um abençoado Domingo de Ramos.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Oi querida amiga Célia, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Célia. Esplendorosa poesia, adorei.
    Soube tão bem e com perfeição passar as palavras que envolvem todo sentimento, que somente posso agradecer por magnífica leitura.
    Essas "magias passadas" fazem parte da existência de cada um, mas bom mesmo é nos tornamos um só fortalecendo o amor, ocupando a nossa mente e coração, e que todo tropeço sirva para fortalecer e não para separar.
    Vez em quando o amor em nós é tão intenso que nem mesmo o afastamento conseguirá dissolver em nuvens o pensamento.
    Parabéns.
    Tenha uma excelente semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  6. ~ ~ É hora de revisitar as boas memórias e sentir comiseração pacífica e tolerante pelas menos agradáveis.

    ~ ~ ~ Abraço. Dias iluminados. ~ ~ ~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  7. As reminiscências, por vezes, trazem prazer de tempos vividos, por outras, sentimentos indesejáveis, no entanto, sempre ou quase sempre, nos dão sensação plena de vida...Não há como negar! Parabéns pelo texto, gostei muito!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Meus elogios a seus trabalhos estão ficando repetitivos, Célia. Digo sempre a mesma coisa: que gostei, que achei lindo e coisa e tal. O pior é que sou sincera. Não dá pra dizer outra coisa. Célia, Célia, seu talento torna meus comentários entediantes. :) Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Linda inspiração Célia.
    Nós sentimos mesmo esta necessidade de remexer no que está guardado em nossa memória...
    E sempre nos surpreendemos de te-las vivido.
    Beijos de uma ótima noite!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. E quem não tem desses momentos? Difícil, cada vez mais difícil, é tempo para tão necessários mergulhos interiores e balanços de vida. Abraços, Celia.

    ResponderExcluir
  11. Palavras moldadas por sentimentos íntimos e pensamentos delicados.
    Lindo.
    Parabéns, Célia.

    Feliz Páscoa.

    Beijos


    SOL

    ResponderExcluir
  12. As palavras reúnem instantes felizes! abraços

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.