domingo, 24 de maio de 2015

Desapegar-se


Das palavras murmuradas sem nenhum efeito,
Da saudade pincelada com a cor do fingimento,
Do afeto que não acaricia, mas chantageia,
Da curiosidade que ludibria a fidelidade,
Da presença que em nada acrescenta,
Do escutar expressões soltas, sem nexo,  
De pessoas sem alicerce, volúveis,
De olhares curiosos, ávidos por um boato,
Dos devaneios inacessíveis, manipuladores,
De situações indigestas, nauseantes,
De pessoas fingidas, mascaradas,
Segundo conveniência do momento,
Que buscam levar vantagem sempre!
Chocante é ver justificativa:
- Do injustificável
- Do implacável
- Do que está determinado.


Célia Rangel


5 comentários:

  1. Lindo,Célia e há tanto a aprender a desapegar, coisas que não merecemos, não podemos dar importância! Gostei de te ler! bjs, ótimo domingo,chica

    ResponderExcluir
  2. Bom dia!
    De tudo somos um pouco, cabe a nós escolhermos, desse muito pouco que somos, o que nos traz felicidade, o que nos eleva a auto estima. Agradeço as dicas Célia. Nem sempre paramos para pensar na importância das pequenas atitudes que elevam a nossa alma.
    Bom domingo e ótima semana.
    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Boa tarde!
    Imagine que cada pessoa é um pensamento de Deus… Você já parou para pensar, que pensamento lindo ele teve ao fazer você? Pessoas queridas , bons amigos sempre ficam de modo especial em nossos pensamentos. Fazem parte do nosso dia a dia, mesmo os virtuais são importantes e verdadeiros. Passei , para lhe desejar uma ótima tarde de Domingo e que a semana vindoura seja de muita paz, harmonia e saúde.
    Desculpe pelo comentário colado , mas foi uma forma de dizer que não te esqueci e agradecer sua visita que é muito importante.
    Abraços Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Mais uma vez, Célia, algo que você escreve caiu como uma luva para a situação que estou vivendo. Muito obrigada! Beijos!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.