sábado, 23 de maio de 2015

Saudade















... De você,
... De mim,
... De nós.
União marcada por um amor,
Que de tão grande
Não coube em nossas vidas.
Partiu metade.
A outra metade busca por
... Você.
Tropeçam-se muitas vezes em pensamentos,
Uma e outra metade.
O amor?
Grande ainda... Enorme!
Vibra no coração!
Morada de uma grande saudade.
Infinitamente carinho.
Infinitamente paixão.
Infinitamente adoração.
Infinitamente...
Nada nos separa...

Juntos, seguiremos ao infinito!

Célia Rangel

10 comentários:

  1. Que lindo e emocionante poema Célia.
    Um amor verdadeiro não se acaba nunca, permanecerá fortes raízes.
    Lindo!
    Beijos,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  2. Maravilha,Célia.Lindo demais ! bjs, ótimo fds! chica

    ResponderExcluir
  3. Lindo e sublime amor, o amor quando verdadeiro é eterno, não importa em que dimensão esteja um dos dois, pois com certeza se reencontrarão!
    Amei ler linda Célia, senti sua alma inteirinha vibrando nesses lindos versos!
    Deixo um abraço bem apertado linda amiga!

    ResponderExcluir
  4. O amor real permanece vivo na ausência. Fez morada eterna no coração. Há sensibilidade e beleza em seus versos. Bjs.

    ResponderExcluir
  5. Palavras muito suaves, muito belas, muito sentidas de quem vive(u) um grande Amor.
    Beijinho amigo, Célia.

    ResponderExcluir
  6. Boa noite, Célia.
    O amor verdadeiro, quando há a extrema cumplicidade, pode haver a separação sem querer, mas ele permanece porque é intenso e entregue demais.
    Amei.
    Parabéns.
    Creio que este amor fará pousada um dia, certamente.
    Tenha um fim de semana de paz.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  7. Bom dia
    Singelas palavras , para uma amor que não se encaixa
    no sentido de se entregar.
    beijinhos

    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Olá minha querida!
    Passei para agradecer sua visita e o importante comentário que deixou. Volte sempre, será um prazer te ver lá no meu FILOSOFANDO NA VIDA.
    Uma noite abençoada e um início de semana de muita paz e felicidade.
    Abraços, que Jesus seja a sua luz.

    ResponderExcluir
  9. Encontrar um grande amor é para poucos, Célia. A saudade é o preço que se paga até um futuro reencontro. Beijos!

    ResponderExcluir
  10. Lindo demais! Sem palavras. Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.