terça-feira, 20 de outubro de 2015

Dia do poeta!


O poeta

Um ser especial

De uma sensibilidade à flor da pele

Oposto a tudo o que fere, machuca, entristece

Adepto aos amores, alegrias, aos sentimentos nobres.

Cético, às vezes pela crueldade e ignorância visíveis.

Incisivo, ao perceber o grau de letargia da humanidade.

Choca com palavras buscando uma reação equilibrada.

Agride, apenas com o olhar a incompreensão do outro.

Sente com o coração, expressando em sua alma, amores.  

Silencioso, quando se percebe destoante do ambiente.

Esse é o poeta que a tudo transforma:

Decadência...  em beleza natural,

Ruídos...  em sonatas românticas,

Dores...  em alegrias e crescimento,

Odores...  em reflexos condicionados de lembranças,

Sabores especiais...  em duradouras paixões...

Magicamente tudo aconchega em seu coração.

E, com seu olhar sensível e inteligente,

Deixa-nos uma profunda herança:

A palavra envolvida em sentimentos.

Célia Rangel





10 comentários:

  1. Que lindo! Parabéns pra ti! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. (...)

    «Por isso recomeço sem cessar a partir da página em branco
    E este é meu ofício de poeta para a reconstrução do mundo»

    Sophia de Mello Breyner Andresen, in "O Nome das Coisas"

    ResponderExcluir
  3. Parabéns pelo seu dia e por nos presentear com este lindo poema! Beijos

    ResponderExcluir
  4. Marcelo Sguassábia21 de outubro de 2015 05:54

    Estou longe dessa seara. Poesia, para mim, é outro departamento. Aos poetas todos, parabéns pelo seu dia.

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pra vc poetiza

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  6. Que lindo parabéns amiga Célia, linda lembrança!
    Amei ler, como sempre tens algo a nos mostrar e enternecer!
    Feliz dia do poeta!

    P.S. Ontem não pude acessar, portanto com um dia atrasado!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Célia, já cansei de dizer que os poetas são seres pensantes diferenciados; colocam em seus versos coisas amargas e conseguem deles, espremer beleza. Deixam a pior das catástrofes, mais amena. Dão o recado, mas com elegância!
    Beijos, parabéns!

    ResponderExcluir
  8. Sempre escrevo prosa. Quando faço alguma poesia, vejo a sensibilidade que é usada para empregar cada palavra, Célia!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Célia
    Parabéns pelo seu dia!
    Seus escritos são sinceros e do coração...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  10. Que todos os eternos poetas sejam sempre imensamente felizes,esse é o meu desejo,beijinhos fofinhos!!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.