quinta-feira, 1 de outubro de 2015

TERAPIA DIÁRIA




Sou jovem há mais tempo que vocês...


Não busco o amanhã,


Vivo o hoje com naturalidade.


Respeito o meu corpo e minha mente.


Memórias felizes revivo-as,


Memórias tristes enterro-as.


Persigo o meu lema interior:


- aprender a aprender


- a fazer



- a orar


- a meditar


- a me distrair


- a cantar


- a ler


- a ‘poemar’ a poesia da vida


- a rir e caçoar muito de mim


- a amar como uma ‘idolescente’
 

- a silenciar e,
 

- a saber esperar...


-o melhor da vida!

 

Célia Rangel, 69


alq1.bmp

14 comentários:

  1. Oi Célia
    Faz um tempo que não passo por aqui, mas sempre é certeza de uma ótima leitura! Concordo contigo, não podemos ficar olhando para trás, isso não nos leva a nada. Isso não é um poema, é uma lição de vida! Adorei!
    Bjos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com o tempo aprendemos o que é prioridade emocional em nossas vidas!
      Obrigada pelo carinho, Luciana!
      Abraço.

      Excluir
  2. Lindo,Célia e essa aprendizado é diário e loooooongo! bjs, chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente, Chica em doses homeopáticas!
      Abraço.

      Excluir
  3. Lindo de te ler, lindo poder constatar que, a vida não é e não deve ser medida pela idade cronológica, esperar o melhor da vida é sempre a melhor pedida, aqui deixo os meus parabéns linda amiga, pois entendi que estás fazendo aniversário!
    Tudo de bom e sempre com belos poemas que só você pode nos presentear!
    Abraços bem apertados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ivone... fiz esse texto pensando no Dia Internacional do Idoso!
      Obrigada pela sua participação sempre carinhosa!

      Excluir
    2. Ah, tudo bem, eu nem havia me lembrado do dia do idoso, mas estamos nós por aqui, eu também faço parte, tenho 66 anos a amo isso, abraço linda amiga!

      Excluir
  4. Que lindoooooooooo Celinha!!! Essa é a MINHA AMIGA, que amo de paixão e que me acompanha diariamente nessa vida maravilhosa! Um beijo no teu coração

    ResponderExcluir
  5. Cumplicidade é tudo em uma grande amizade, Glorinha! Obrigada!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Perfeito, Célia, e cabeça jovem não é pra quem quer. Independe de nossa vontade, somos como nascemos, com algumas ou muitas melhorias - conforme o esforço do freguês. Trazemos uma bagagem, em parte feita, o resto...a lapidar. Pela minha observação em seus poemas, já tinha constatado que você era assim, prática, objetiva e com uma cabeça boa! Mas sua marca é a sinceridade. É o que mais aparece.To certa?
    beijos!

    ResponderExcluir
  7. Sim, Taís! Autenticidade, transparência e sinceridade é o meu lema! Obrigada por sua presença afetiva e efetiva.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  8. Grande poetisa!!!
    Só envelhecemos quando deixamos o nosso espírito empobrecer, quando paramos de sorrir, de sonhar, de cantar, brincar e "poetar".
    Amo pessoas com auto-estima elevada e isso continuo vendo por aqui, em cada frase desse seu lindo poema.
    Também homenageei o idoso até porque, também, faço parte desse time.
    Estou aguardo sua visita lá na minha página. Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  9. Oi Célia!
    Que lindas palavras repletas de sabedoria!
    E viver é isto, adquirir conhecimentos benéficos que nos ajudem a ultrapassar
    o dia de hoje da melhor maneira, como fazes tão bem!
    Parabéns!
    Abraço Célia.
    Mariangela

    ResponderExcluir
  10. É isto aí amiga! Devíamos seguir seu exemplo! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.