sexta-feira, 27 de novembro de 2015

Divina Atração




Superar nossos limites e darmos o “salto no escuro” (cf John Powell) em busca da fé não nos insere em uma irracionalidade. Ao contrário, é a superação de nossos próprios limites na racionalidade para o perfeito encontro confiante em Deus.
Não há fórmulas, estratégias, planejamentos para a fé; apenas a confiança intima em outra mão que segura a nossa. Alguém que nos ama infinitamente e espera a nossa resposta de fé. A vida é ação e não podemos ficar de braços cruzados e/ou recuarmos. Vida requer ações, grandes sacrifícios e grandes silêncios – a meditação: “Quem sou e no que me transformo? Esforço-me para ser “colega de trabalho” de Deus? Minhas orações buscam esse caminho: se for da tua vontade? Há em minhas orações e suplicas a coerência do humano com o divino?”
Já observou uma criança? Sua espontaneidade? Pureza? E, simplicidade? Está em geral, sempre alegre, sempre ocupada, e, quando quer algo sabe exigir como ninguém: chora, grita, mas basta um carinho, uma palavra meiga, ou novo desafio que tudo fica bem. Ela sabe viver em harmonia com Deus. E nos mostra gratuitamente, como é fácil! Basta sermos simples!
Célia Rangel.

 

Um comentário:

  1. A fé faz o impossível acontecer basta que acreditemos de todo coração.
    A palavra de Deus fala que sem fé é impossível agradar a Deus.

    bjokas =)

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.