sábado, 14 de novembro de 2015

Reflexão.

" A paz resultante de uma auto revelação honesta é uma recompensa imediata e inegável.
As pessoas dispostas a compartilhar sua vulnerabilidade não precisam fazer constantemente o esforço exaustivo da repressão.
Não precisam colocar máscaras no rosto.
Não precisam realizar as contorções da compensação, da projeção, da racionalização. 
Fazem a mais longa jornada, que é a interior - para dentro de si mesmo.
O que elas veem e ouvem nessa exploração de seus espaços interiores gravam na fita da comunicação.
"Esse sou eu. Isso é tudo quanto sou, nem mais, nem menos.
Se você puder vir e comemorar comigo, ótimo.
Preciso lhe dizer isto:- não sou obrigado a agradar você. O que tenho a fazer é ser eu mesmo, minha verdadeira pessoa."

Texto de: Arrancar máscaras, abandonar papéis-John Powell - As estações do coração.


3 comentários:

  1. Que linda escolha de texto, amiga Célia, as pessoas nem sempre entendem que, cada um de nós tem um modo de ver a vida, somos diferentes, até nas dores somos assim, nem todos sofrem do mesmo jeito, acho que por isso há muitos julgamentos, mas o melhor de tudo é podermos ser como somos!
    Amei ler aqui, abraços linda amiga!

    ResponderExcluir
  2. Ótimo texto, Célia. A carência, a espera por aprovação, os elogios torna as pessoas cada vez mais vulneráveis, nas mão dos outros. Isso porque se recusam a viver e aceitar as suas verdades, suas fraquezas que nada mais são do que as roupas que nos vestem, a dos humanos. Não existe o super herói, o "deixa comigo que resolvo". Esses também tem seus momentos de fraquezas, de desespero. E por que tentar escondê-los? Por que querer parecer forte o tempo todo? Além de ser algo extremamente exaustivo para eles, torna-se cansativo para aqueles que convivem com eles. Falta humildade a nós, humanos, para viver cada um a sua verdade. E como é bom isso.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Olá, Célia.

    O autoconhecimento, caminho para o encontro do eu e dos outros na construção de pessoas melhores e um consequente mundo melhor. Paz interior para a paz exterior.

    Um abração e uma boa semana.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.