quarta-feira, 27 de janeiro de 2016

Sublima-se

















À margem da magia adere-se
Ao mistério das paixões
Coloca-se perfume e temperatura nas palavras
Devaneia-se
Perturba-se pelo sofrimento
Na recusa da aceitação da razão
Briga-se com a emoção
Equilibra-se
Mas,
Entrecortam-se os silêncios em uma trama sensível
Há uma inquietude provocada
Que seduz e exige e busca a passionalidade
Ainda que no anonimato
Perde-se o equilíbrio
Obtém-se um mal – estar: - a inquietação
Na tentativa de desapegar-se do envolvimento
Mascaram-se sentimentos apagando-se grandes paixões
Possível? Não creio.


Célia Rangel

8 comentários:

  1. Não creio também! Linda poesia/reflexão! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Mascaram-se sentimentos... apagam-se paixões. Creio na primeira metade; na outra, não. Abraço grande.

    ResponderExcluir
  3. ~~~
    Uma situação muito complicada...
    Aceita-se transformar a paixão num amor platónico
    e converge-se toda a ação e energia para uma arte,
    no entanto, concordo consigo, a paixão recalcada
    fica lá - latente.

    ~ Um poema muito interessante, que induz uma
    boa reflexão.

    ~~~ Beijinhos, Poeta amiga. ~~~

    ResponderExcluir
  4. O Amor é sentimento puro e fiável. O que pode perturbar o equilíbrio é a paixão, quando não é controlada.
    Uma dualidade boa para se reflectir. Um belo Poela, Célia.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  5. A razão pensa; a emoção só sente.
    Difícil haver equilíbrio entre as duas...Às vezes se consegue.
    Beijo, Célia!

    ResponderExcluir
  6. Uma batalha interna que colocará em cheque as certezas dos sentimentos.

    Interessante poema pra se pensar sobre o tema. beijos Célia

    ResponderExcluir
  7. Oi Célia querida


    Isso é viver...

    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  8. Difícil conciliar razão e emoção, que dureza! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.