sábado, 13 de fevereiro de 2016

É noite...















Escrevo para libertar essa mulher
Que em mim se prende...
Solto-lhe as correntes, dou alforria
Ainda assim, ela teimosa quer ficar.

Viciada em sua rotina
Ama, lê, canta e tece pensamentos...
Grava vozes na mente
Saudade, assim, não é afetada.

É traída pela emoção!
Metódica e detalhista
Tudo examina e planeja.
Trabalha como plantel de formiguinhas,
Adoçando seus lábios com mel retirado
De flores encrustadas nos espinhos.

Não se intimida se, na solidão, há pedras...
Apoia-se suavemente como borboleta e adormece.
É mulher serena com a felicidade que tanto buscara.
É doce.
É paciente.
É profunda.
É mística.
É sedutora brincando de viver...

É noite e ela brinca de escrever,
Libertar-se das expectativas...
Amar e jogar o jogo da vida.
É noite!


Célia Rangel

15 comentários:

  1. Que serenidade, Célia!! Muito bonito!

    Beijinhos serenos...

    ResponderExcluir
  2. Que lindo! À noite, a mulher se solta de tudo , escreve e muito bem!!!

    bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. Bom dia, Célia.
    Antes de qualquer coisa, venho dizer que acertou no seu comentário no Redescobrindo a Alma, na poesia "Ambiguidade".
    Eu chorei ao criar,muito bom para mim esse entregar-se.
    Fluiu.
    Agora, ao comentário.
    Linda poesia,Célia.
    Escrever liberta qualquer ser dos grilhões que aprisionam e sangram a alma.
    Quando a mulher escreve, muito mais intensa fica e cria com maestria versos que encantam pir sua magia e força.
    É uma com o Universo, não ao da sua personalidade estática, mas ao que está sempre em busca do movimento novo para intensamente saboreá-lo!
    Quem segura uma mulher que escreve?
    Amei.
    Linda semana de paz.
    Beijos na alma e parabéns!

    ResponderExcluir
  4. Célia querida,

    acho que todas nós temos uma mulher dessa adormecida... Coisas da vida. Cada uma com seus motivos diferentes. Sigamos pois que logo logo o dia amanhece.

    Grande abraço

    Leila

    ResponderExcluir
  5. A noite tem a capacidade de revelar nossos maiores sonhos!
    Que eles sejam por nós alcançados, Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. OI CÉLIA!
    QUE LINDO!
    UM POUCO DA MULHER QUE TODAS QUERÍAMOS SER.
    ABRÇS

    http://. zilanicelia.blogspotcom.br/

    ResponderExcluir
  7. ~ ~ ~
    ~~~ Tão belo, Célia!

    Harmonioso, como o chão - transparente e azul - de mar calmo.

    ~~~~~ Beijos amigos. ~~~~~
    ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  8. Olá,Boa tarde, Célia
    ...a noite nos provoca o desejo que temos de escapar do cotidiano e nos refugiarmos na fantasia e o que seria o escrever, se não -creio -empreender uma viagem para dentro de nós mesmos, dando-nos a possibilidade de "libertar-se das expectativas...Amar e jogar o jogo da vida."
    belos dias, beijos!

    ResponderExcluir
  9. Boa Tarde, querida Célia!
    Que maravilha poder libertar-se de expectativas!
    Fiquei um mês e meio fora e senti saudade... agradeço-lhe o carinho da amizade mesmo na minha ausência...
    Bjm de uma tarde mais fresca por aqui

    ResponderExcluir
  10. É bom saber-se o real sentido de se ser Mulher; é uma responsabilidade acrescida, com a liberdade que lhe é peculiar. É maravilhoso saber-se dosear os limites.
    Parabéns, Amiga Célia.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  11. Essa mulher sabe o que quer.
    Célia, que lindo!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Uauuuuuu demais!! Arrepiou, beijo Celinha!

    ResponderExcluir
  13. Lindo amiga! É um pouco de você aí? Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.