segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Para hoje e sempre...

... " Se você conseguir aprender um pequeno truque, irá se relacionar melhor 

com todo tipo de gente: só entenderá realmente uma pessoa quando 

conseguir ver as coisas do ponto de vista dessa pessoa...

_ Como assim?

_ Até que você se enfie na pele da pessoa e dê umas voltas com ela"...


Do livro: "O SOL É PARA TODOS" - Harper Lee



10 comentários:

  1. Uma amigo meu, caso leia essa máxima, dirá com certeza: "Verdade Explícita" !...digo o mesmo!
    Meu abraço, Célia...e atreva-se a ter uma produtiva e feliz semana!

    ResponderExcluir
  2. Verdade Cé, nem sempre é fácil.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Beleza!Adorei ler! Linda semana! bjs, chica

    ResponderExcluir
  4. Grande verdade, Célia!
    Uma feliz semana!
    Abraços,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  5. Olá, Célia.

    Se colocar no lugar do outro, tentar perceber a vida por pontos de vista diferentes, pode de fato ser revelador, transformador.

    Um abração.

    ResponderExcluir
  6. Uma verdade elementar, mas muito séria. Só quando nos interiorizamos nos Seres semelhantes, somos capazes de "ver" desde dentro de nós.
    Belíssimo, Célia.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  7. Célia, casualmente estou lendo "Aprendendo a Lidar com Pessoas Difíceis" dos doutores Rick Brinkman e Rick Kirschner - médicos e conferencistas. Pessoas difíceis são um desafio. Na realidade elas tornam a nossa vida mais estressante e desagradável. É indispensável sabermos as técnicas efetivas de comunicação. Ou afastamento. Esse livro nos mostra, principalmente, a evitar confrontos. Agir de uma maneira que elas pensem que estão na direção... Interessante, pois a nossa tendência é justamente o contrário: provar que estão erradas.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Vi o filme e gostaria de ler livro, cuja autora nos deixou há pouco. Abraço para você, Célia.

    ResponderExcluir
  9. Não é fácil entender as pessoas, não é mesmo. Participo de um fórum onde uma dos objetivos é combater e denunciar práticas religiosas escusas, que sacrificam os direitos humanos, e converso com diversas pessoas que sofreram abuso sexual às mãos de religiosos pedófilos. Como eu me esforço para entender o que essas pessoas sentem por agora, fico tentado a dizer, até para meio de consolo, que entendo o que elas sentem. Mas me contenho a tempo, nunca disse isso, e imagino que nunca vou poder dizer. Apenas sei que a dor é constante, talvez para o resto da vida.

    Célia, muito boa as palavras de sua postagem; fazem-nos olhar para dentro de nós mesmos e conhecer-nos um pouco mais, o que nos ajuda a viver melhor e ser melhores pessoas.

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  10. Oi amiga, vim lhe desejar uma excelente semana, beijos e fique com Deus!!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.