sexta-feira, 8 de abril de 2016

Chegando



Você está sempre chegando,
Vindo ao encontro de quê?
Olhar de busca,
De apreensão,
De acomodação.
Você sabe que te espero.
Que te curto.
Que te cubro de atenções.
Que sempre estou pronta,
A te seguir,
A te suprir.
Com os teus desejos refaço os meus,
Anulo minhas preferências,
Pois você,
É a minha referência
De vida.
De ficar no meu celestial:
Sonhando,
Chegando,
Partindo...


Célia Rangel

8 comentários:

  1. Sentimentos gratuitos.... essência: AMOR! <3 beijocas

    ResponderExcluir
  2. Belezura,Célia! Muito lindo! bjs, chica

    ResponderExcluir
  3. A vida é cheia de chegadas e partidas...

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  4. Chegando será, sempre, tratada como visita...

    ResponderExcluir
  5. Oi Célia que maravilhoso sentimento.
    É exatamente isso que se sente quando ele é verdadeiro, único!
    Um grande abraço, um bom dia!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  6. Ter uns braços abertos à chegada é sempre bom.
    Belo poema, gostei muito.
    Bom fim de semana, querida amiga Célia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. O amor verdadeiro é assim realmente amiga! Lindo poema! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.