terça-feira, 28 de junho de 2016

Humildade

Senhor, fazei com que eu aceite
minha pobreza tal como sempre foi.

Que não sinta o que não tenho.
Não lamente o que podia ter
e se perdeu por caminhos errados
e nunca mais voltou.

Dai, Senhor, que minha humildade
seja como a chuva desejada
caindo mansa,
longa noite escura
numa terra sedenta
e num telhado velho.

Que eu possa agradecer a Vós,
minha cama estreita,
minhas coisinhas pobres,
minha casa de chão,
pedras e tábuas remontadas.
E ter sempre um feixe de lenha
debaixo do meu fogão de taipa,
e acender, eu mesma,
o fogo alegre da minha casa
na manhã de um novo dia que começa.

Cora Coralina


11 comentários:

  1. Que beleza ! Adoro Cora Coralina e escolheste muito bem! Humildade assim é preciso! Adorei! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Que alma pura e linda...
    Gostei dessa foto dela, Célia, não conhecia.
    bjs, valeu muito a partilha.

    ResponderExcluir
  3. Olá Célia,

    Espero que tudo esteja bem com você.
    Admiro os escritos de Cora Coralina e este poema oração é lindo. Lendo-o, sentimos a grandeza da humildade e da gratidão.
    O final desperta uma reflexão, em particular, quando ela diz:
    "...e acender, eu mesma,
    o fogo alegre da minha casa
    na manhã de um novo dia que começa".

    Bela partilha!

    Felizes dias.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  4. Humildade é uma poesia que nos acalma e tranquiliza...
    Abração.

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, querida Célia!
    Muito lindo o texto e vc está de parabéns ao escolhê-lo!
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  6. Lindo demais Célia, que coração maravilhoso!
    Que a humildade possa fazer morada em todos os corações.
    Abraços, uma boa tarde!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  7. Deus nos ensina com maestria o dom da humildade! Aprendemo-nos com Ele!
    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  8. Cora Coralina, de Goiás, criadora das mais belas delicadezas poéticas. Certa vez assisti uma entrevista com ela na televisão e me encantou essa humildade tão suave que ela descreveu tão bem. Um abraço, Yayá.

    ResponderExcluir
  9. A humildade é o estádio mais elevado a que o Homem pode aspirar! Eu acho.

    Cora Coralina, uma senhora de uma sensibilidade única. Gosto!

    ResponderExcluir
  10. Gosto demais dos poemas de Cora Coralina! Ser humilde é uma qualidade das mais belas! Beijo

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.