quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Pessoas que leem livros todos os dias vivem mais!



Leitura: ler livros tem impacto positivo maior do que ler jornais, devido ao engajamento cognitivo necessário.


Uma sessão diária de leitura com duração de 30 minutos. De acordo com um estudo da Universidade de Yale, dos Estados Unidos, é disso que você precisa para viver 23 meses a mais do que quem não tem o hábito de ler livros.

Os pesquisadores da escola de saúde pública da universidade concluíram que quanto mais as pessoas leem, mais chances elas têm de ter a vida prolongada – mas três horas e meia por semana foi o período considerado o suficiente para a medida tenha o impacto positivo prometido.

Os novos resultados corroboram com outros estudos que ligam a leitura de livros a ajudar a manter o cérebro ativo e saudável.

A leitura de romances "treina" as regiões de processamento de linguagem do cérebro, criando um efeito chamado "engajamento cognitivo". Pesquisas da Universidade de Harvard e da Universidade de Emory (Atlanta) suportam essa teoria.

O estudo da Universidade de Yale envolveu 3.635 pessoas com idades de 50 anos ou mais. A expectativa de vida maior registra entre as pessoas que liam ou não foi avaliada com base na probabilidade de morte constatada por métodos que não foram publicamente detalhados.

Pessoas que liam mais de três horas e meia por semana apresentaram 23% menos chances de morte, enquanto as que liam até três horas e meia por semana apresentaram 17% menos chances de falecer do que as pessoas que não praticavam a leitura com regularidade.

Agora, os pesquisadores irão analisar os efeitos de livros de fição e não-fição, bem como dos livros digitais e dos audiolivros na saúde humana.

Lucas Agrela, de EXAME.com

6 comentários:

  1. Ao que eu leio, acho que vou viver até aos 130 anos...
    Um texto interessante, minha amiga, obrigado pela partilha.
    Célia, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Amiga Célia, adoro ler, sempre tenho um bom livro nas mãos, meu passatempo predileto, desde criança que exercito esse ótimo hábito!
    Acho que é mesmo hábito, pois há pessoas que não leem nunca e nem pensam em ler!
    Minha neta de treze anos lê muito os presentes que ela pede sempre são livros, os devora,rsrs, acho muito bom e incentivo!
    Achei ótima sua postagem, pois também acredito que o cérebro precisa de leituras para estar sempre na ativa!
    Abraços linda amiga, então longa vida para nós, leitores de livros assíduos!

    ResponderExcluir
  3. Que texto interessante,Célia.,Faz pensar e a leitura só pode fazer bem! bj,chica

    ResponderExcluir
  4. É, Célia, pelo visto também tenho a esperança de viver mais...
    Ótima e interessante sua postagem.

    "A leitura é uma fonte inesgotável de prazer mas, por incrível que pareça, a quase totalidade não sente esta sede." (Drummond)
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Oi Célia, que bom, eu sempre gostei de ler muito!
    Muito bom esse texto!
    Abraços, um bom dia!
    Mariangela

    ResponderExcluir
  6. Preciso ler mais rs...

    bjokas =)

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.