quinta-feira, 8 de setembro de 2016

Abertura do Sim pela Vida!

Uma noite de sintonia com o eu mais profundo...

Momentos únicos da valorização do humano...

A alegre energia que evidencia amor...

Fruto do que se recebe e se doa...

Impossível ficar isento de emoções...

Muitas vezes não valorizamos o que somos...

Nessa noite um grande espelho refletiu nossa imagem...

Muitas vezes mesquinha, egoísta, egocêntrica, insensível...

Foi uma noite de profunda confissão interiorizada

Com os reais valores que recebemos do Criador...

O resto, as aparências, são supérfluos, descartáveis.

Lições de vida para nossa vida!

Célia Rangel

10 comentários:

  1. Foi emocionante mesmo e dá pra pensar e refletir muito! Adorei! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Seria bom se todos dessem mais importância para esse momento.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  3. Bom dia Célia;
    Aqui em casa nós
    assistimos comovidos.
    Feliz quinta feira.
    Bjins
    Catiaho Alc.

    ResponderExcluir
  4. Olá Célia, bom dia!!!
    Muito lindo texto!!!
    Foram emocionantes cada momento!!!
    Um abraço!!! Paz e Luz!!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Célia que texto bom,
    Foi lindo mesmo!
    Uma ótima tarde!
    Bjs,
    Mariangela

    ResponderExcluir
  6. ~~~
    Belos, emocionantes e elevados são os seus sentimentos
    verbalizados nos versos neste poema magnífico.
    ~~~ Abraço, Célia ~~~

    ResponderExcluir
  7. São jogos diferentes, mas olímpicos também.
    Um excelente texto para evocar o evento, parabéns.
    Célia, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  8. Oi, amiga Célia Rangel !
    Reflexões inteligentes sobre a nossa raça.
    Emoções à flor da pela, ainda que na ante sala
    da disputa. Parabéns pelo belo enfoque !
    Um carinhoso abraço, aqui do meu Brasil.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  9. Venho agradecer a sua simpática presença no meu espaço, pela mão da amiga Majo.
    Deparo-me com um bela e sensível partilha de sentires. E, sim, estes jogos são mais que VIDA!
    Tentarei passar mais vezes, mas não me é fácil conciliar todas as minhas atividades.
    Bjo, Célia :)

    ResponderExcluir
  10. Sem dúvida comove, o esforço, a superação... e fico a pensar quantos se lastimam, se batem e se espraiam na inércia, no ócio e sem deficiência física alguma. Por certo, esses atletas atuais não são filhos do 'coitadismo'.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.