domingo, 18 de setembro de 2016

Distraidamente, vive-se melhor...


Há momentos em que é preciso se adaptar...

Nem sempre conseguimos,

Pode ser a grande virada da vida.

Normal a dúvida, não aceitar pode ser fatal.

Estranho seria ficar buscando abrigo,

Em almas exiladas que buscam afinidade

Estacione e repense...

Ir à busca do que nos faz bem, sempre!

Ser patinho feio nada acrescenta.

Prepare-se para um tempo de despreocupação,

Desorientar-se é dimensão perigosa dos inconscientes.

Que o Universo perdoe, não sabem o que fazem...

Querer a tudo dominar e ser o dono – pura ilusão!

Isolar-se em meditações pode não ser divertido,

Mas recebemos dádivas em nossos anseios

Que misteriosamente, um dia, a nós chegarão...

Basta aceitarmos as condições dos mesmos

Chegar / Estacionar / Observar / Mudar / Partir...

São ações singulares em nossas vidas.



Célia Rangel




7 comentários:

  1. Boa Tarde, querida Celia!
    Um post reflexivo que me valeu pensar nesta tardinha... gostei muito!
    A vida deve ser mesmo vivida com leveza total...
    Bjm muito fraterno

    ResponderExcluir
  2. Lindo, me fez pensar. Realmente essas são ações de importância em nossas vidas...Saber viver cada uma é preciso! Linda semana! bjs,chica

    ResponderExcluir
  3. “Não estou neste mundo para viver de acordo com suas expectativas, e você não está neste mundo para viver de acordo com as minhas” - (Gestalt).

    ResponderExcluir
  4. Bem reflexivo! Devemos sempre viver essa dialética!
    Grande abraço! :)

    ResponderExcluir
  5. Mandamentos de acções positivas...
    Assim se reflecte a Vida.
    Parabéns.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  6. Adaptarmos ao que nos acontece, nem sempre conseguimos, mas..... Vamos refletir e tentar! Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.