segunda-feira, 14 de novembro de 2016

Espanto



A vida sempre causa
As pessoas de sempre
A causa pode ser variada
Mas a loucura é a mesma
Louco é viver o correto
Que se acha correto
E que no espanto vê-se que não o é
A vida sempre causa
Emoções trituradas com o tempo
Vazia fica a vida depois de triturada
Nada evoca, mas causa
Sentimento diverso
Diversas dores
E amores
Palhaças alegrias
E pessoas palhaças
Autoajuda desajuda completa
Amortece o picadeiro
Da vida palhaça



Célia Rangel

9 comentários:

  1. A vida sempre pode nos surpreender...Que seja positivamente!! Linda poesia! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Pior que o triturador também silencia a boca subversiva com o tempo! Abração Muito sábia poesia!

    ResponderExcluir
  3. A vida causa emoções que o tempo tritura, exceto as verdadeiramente felizes. Abraço grande.

    ResponderExcluir
  4. Pena que esse incessante espanto nem sempre nos faça feliz. POrém, c'est la vie...

    ResponderExcluir
  5. A vida é uma multiplicidade em todos os sentidos! Grande abraço Célia!

    ResponderExcluir
  6. Heróico viver de espanto em espanto, neste mundo sem conserto,
    onde as alegrias parecem, mesmo, palhaçadas...
    Muito bem dito e verdadeiro!
    Abraço, Célia.
    ~~~~~~~~~~

    ResponderExcluir
  7. OI CÉLIA!
    NOS DESMANDOS DA VIDA QUE NOS FIQUE, AO MENOS O ESPANTO POR TANTA PALHAÇADA.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. A vide é bem complexa, tudo por causa da sociedade que temos, pois chega a ser incorreto viver corretamente.
    Magnífico poema, gostei imenso.
    Tem um bom fim de semana, querida amiga Célia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Celia, poesia linda e de profunda reflexão. A vida nos espanta muitas vezes, com certeza! bjs e bom fds!

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.