quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Sintonia

Sintonia é olhar para uma multidão de pessoas
E construir uma ponte com um único olhar.

Beleza é declamar poemas pelo jardim e descobrir-se semente
E permitir que uma árvore possa nos ler e desafiar.

Surpresa é extasiar-se diante do céu estrelado
E acarinhar uma única estrela que fisgou os sentimentos.

Sensibilidade é deixar-se encharcar pela chuva
E continuar sentindo cada gota de água a inundar.

Sintonia é apreciar as cores do amor em um espaço inesquecível
E escutar uma lágrima de saudade que suavemente aquece o olhar.

Beleza é acompanhar a leveza de uma borboleta a voar
E aprender a transcender-se sem pressa para pousar.

Surpresa é inebriar-se na eternidade de cada momento
É banhar-se com a luz do luar na docilidade de amar.

Sensibilidade é abrir lentamente as mãos para um pedido
E intuir uma resposta musicada ao pé do ouvido.

[Amor em Poesia / Canísio Mayer / 31]



"O homem não morre quando deixa de viver, mas sim, quando deixa de amar"
(Charles Chaplin)



7 comentários:

  1. Que lindo e adoro e agradeço ter encontrado a sintonia de um outro olhar e coração.Hoje, 48 anos de casamento! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Olá, Célia.

    Poesia pura. Verdadeira "sintonia".

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  3. Sintonia é ser da mesma frequência física e psicológica.
    Grande abraço, amiga Célia!

    ResponderExcluir
  4. Excelentes palavras.
    Goste imenso da tua escolha.
    Célia, tem um bom resto de semana.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, querida Célia!
    Que verso mais bonito e inspirado o da gente ser semente!
    Bjm muito faterno

    ResponderExcluir
  6. Deliciosos e relevantes pensamentos.
    BJ, Célia

    ResponderExcluir
  7. Achei linda postagem, Célia, nesse mundo conturbado, violento, decepcionante...é ótimo ler coisas desse quilate. Dá um certo fôlego, ainda mais com a morte do Ministro Teori...que leva a pensar muitas coisas.

    A tragédia não é quando um homem morre; a tragédia é aquilo que morre dentro de um homem quando ele ainda está vivo.
    - ALBERT SCHWEITZER


    Beijo.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.