sábado, 29 de abril de 2017

Pelo "Dia do Trabalhador"


Eu sou um pacifista, trabalho pela paz e para um mundo melhor.

Trabalho contra os caretas do mundo, contra o torpor, a imprecação, contra a arapuca que nos foi armada e durante séculos vivemos conformados, presos nela comendo o alpiste que nos dão. E o pior é que os que prepararam a arapuca também caíram nela, comem do mesmo alpiste e não sabem disso.

Trabalho para sair da arapuca com todos os que estão querendo ser pássaros livres outra vez. Os que estão cegos ficarão soterrados dentro dela quando ela desabar.

Sou um pacifista, a mando de forças exteriores.

Pensando que estão por cima, os imbecis vivem dentro do mesmo esquema: a neurose, a preocupação criminosa e doentia de manter-nos a todos dentro da armadilha. Mas é preciso sair dela de qualquer maneira, é a única salvação ou seremos eternos pássaros tristes, presos numa arapuca com alpiste racionado. Eu quero ver o mundo do cume alto de uma montanha!!!

Raul Seixas


3 comentários:

  1. CÉLIA RANGEL,

    esperemos que este texto de Raul Seixas - que em excelente momento Célia você nos trouxe - seja lido e refletido por todos aqueles que acreditam na possibilidade dos trabalhadores e o capital poderem conviver com dignidade e sem opressões descabidas.

    E acima de tudo que a corrupção seja expulsa do cenário politico brasileiro!

    Um abração carioca.

    ResponderExcluir
  2. Boa noite, Célia, excelente e atual o texto de Raul Seixas,estamos sim, vivendo sob a mesma arapuca daqueles que as aramaram para nós, o bom é que já estamos conscientes e estamos prontos para sairmos dela, pois temos a força de vontade e não queremos mais sermos subjugados. Boa noite!

    ResponderExcluir
  3. Célia
    As ditas elites desejam estar sempre no melhor dos pedestais, nem que para isso, recorrem a escravizar o povo.
    beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.