quarta-feira, 3 de maio de 2017

Foco na Vida pensante



Fique tranquilo do meu caminho cuido eu

A vida me deu deliciosas e sofridas lições

Sei escolher o lado bom, o que me faz bem

E fugir do que me faz mal

Escuto minha razão e emoção

Eu decido ouvindo apenas a voz Dele

Ai é onde pulsa minha vida

Há imensa felicidade em fazer o bem

Diante de uma paisagem onde impera a maldade

Sonho escrever um dia... sobre atmosfera azul

Sem nenhuma nesga do bolor cinzento

Que deteriora todo o prazer de viver

E a cada um será dado o gozo da vida

Plena, serena de uma felicidade quente

Como a que pulsa dentro de nós

Enquanto amantes do lado bom de viver...

Sem nos contagiar com o esgoto da sociedade.


Célia Rangel





17 comentários:

  1. Assim devemos fazer...Viver conforme achamos, pensamos, na boa, no bem e sem nos deixar contagiar pelo "esgoto" que cerca a vida em geral! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. "Eu decido ouvindo apenas a voz Dele", assim como as demais, sábias palavras essas. Se todos ouvíssemos a voz Dele, o mundo não estaria esse "esgoto" que a cada dia aumenta o fedor. Precisamos ser, com nossa poesia, instrumentos de transformação nesse sociedade consumida pelo negativismo e ausência de Deus nos corações, não porque Ele não queira ser presente, mas porque a maioria da humanidade não permite o acesso Dele aos seus corações. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Quanta sabedoria!
    Belíssimo, estimada Célia.
    Tem, mesmo, que ser assim.
    Abraço
    ~~~

    ResponderExcluir
  4. Não é fácil essas aprendizagens, mais ainda bem que aprendemos.

    bjokas =)

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde, Célia.

    Um dia ainda se conseguirá. Bons pensares e sentires ainda vão preponderar sobre os desatinos.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  6. Sabedoria, o grande modus vivendi. Abraços, Célia.

    ResponderExcluir
  7. É difícil não sofrer certas influências, mas conseguimos, sim. Viver a vida que escolhermos, a que melhor se enquadra ao nosso gosto. Essa é a batalha diária, descartar o que vem de fora. Chamo de 'egoísmo saudável'. Mas é uma batalha, querida Célia. Mas é preciso. Esse é o caminho da felicidade, e nós merecemos.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Olá querida Célia, muito bom está de volta apreciando suas postagens. com certeza, devemos viver o presente, focar nas coisas positivas, escolhendo sempre o melhor caminho a seguir em frente. Tenha um dia abençoado junto aos seus. Abraços
    Lourdes Duarte
    http://filosofandonavidaproflourdes.blogspot.com.br/
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://filosofia-e-romantismo-na-vida.webnode.com/minhas-poesias/

    ResponderExcluir
  9. O bem deveria ser uma prática permanente de todos.
    Mas não é...
    Magnífico poema, minha amiga, gostei imenso.
    Bom fim de semana, Célia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. O Bem que nos orienta, é a sabedoria que adquirimos nas experiências (boas ou más) que se nos deparam a cada hora.
    O demais está no coração da gente.
    Belo, Célia. Parabéns.


    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  11. Que possamos escolher a melhor parte!
    Grande abraço Célia! Deus a abençoe!

    ResponderExcluir
  12. Oi Célia perfeita decisão e filosofia de vida.
    Com Ele no comando de nossos atos com certeza,
    levamos uma vida mais interessante perto do azul.
    Um bom lindo fim de semana com paz e alegria.
    Meu terno abraço amiga.
    Bjs de paz.

    ResponderExcluir
  13. Célia Rangel
    Há quem diga nada se poder fugir a influência... Seja... é nossa obrigação procurar, insistentemente, a sombra onde ela existe. No fundo custa menos viver do bem.
    beijos

    ResponderExcluir
  14. Um texto cheio de espiritualidade. "Como se viesse o anjo que anuncia a extinção das sombras"...
    Um beijo, minha Amiga.

    ResponderExcluir
  15. Há que acreditar e sonhar que um dia escreveremos sobre atmosfera azul.
    :)

    ResponderExcluir
  16. Boa noite, Célia.
    Decidir o caminho a trilhar ouvindo a voz de Deus, sem dúvida, é a melhor escolha.
    Quem sabe de nós é Ele e nós mesmos, não precisamos ficar reféns dos curiosos, tampouco, com os preconceitos sociais.
    Muito obrigada pela lembrança do meu aniversário,gostei muito.
    Não tenho essa agenda virtual,bem legal.
    Tudo de bom e um abençoado fim de semana.
    Beijos na alma.

    ResponderExcluir
  17. Achei seu poema lindíssimo e se me permite, farei uma releitura para brincar com a minha cabeça que gosta de versos. Parabéns! Cordialmente. Laerte.

    A nossa cabeça é o guia
    Que nos conduz no caminho
    Sem desprezar o vizinho,
    E com a nossa sabedoria.

    Se nos perdermos na via
    É bom saber que sozinho
    Ninguém fica. O desalinho
    É fruto de anomalia

    Do rumo para o destino,
    Mas se seguirmos por tino
    Deus nos guiará por certo.

    Nosso Norte ao Sol a pino
    É a luz vinda do Divino
    Saber, que sempre anda perto.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.