quarta-feira, 19 de julho de 2017

O Educador Provocador

Há três anos, em um 19 de julho, perdemos um grande educador e escritor: Rubem Alves. Para ele "educar é ensinar a olhar para dentro e para fora"- educação libertadora, integral e humanista.
Rubem, cristão inquieto era um rebelde. Gostava de provocar. Dizia que "pimentas são frutinhas coloridas que provocam incêndios na boca. Pois há ideias que se assemelham às pimentas: podem provocar incêndios nos pensamentos".
Mestre Rubem criticava o sistema de ensino no Brasil, "máquina de destruir a curiosidade das crianças", impondo mais o "hábito" da leitura do que o "prazer de ler".
Perto de sua morte, disse que as vocações que o comoviam eram escrever, ensinar - principalmente às crianças - e plantar um jardim, que era a forma de cuidar da Terra... (Chico Alencar)



Sentimentos


Somos donos de nossos atos,
Mas não somos donos de
nossos sentimentos;
Somos culpados
pelo que fazemos,
Mas não somos culpados
pelo que sentimos;
Podemos prometer atos,
Não podemos prometer
sentimentos…
Atos são pássaros
engaiolados,
Sentimentos
são pássaros em voo.


Rubem Alves


3 comentários:

  1. Linda homenagem! E que coisa como voa,já 3 anos!!! bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
  2. Que linda homenagem, também adoro ler o belo legado desse que, além de grande educador, escritor famoso, sensível, amado!Rubem Alves, faz 3 anos do "outro lado", o tempo passa ao seu tempo, mas somos ansiosos e assim nos parece que voa, assim caminhamos!
    Abraços querida amiga Célia!

    ResponderExcluir
  3. Tive a honra e o privilégio de alternar com ele um espaço no caderno de cultura do Correio Popular, aqui de Campinas. Um grande e insubstituível mestre.

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.