quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Humildade ao envelhecer


Abra espaço para corpos jovens
Não adianta ter mente jovem se o seu corpo não mais acompanha...
Partilhe a sabedoria e o conhecimento adquiridos
Assuma sua mediocridade,
Submeta-se sempre às novas aprendizagens e tecnologias...
Isso rejuvenesce!
Não comparar com o que você foi... ou fez...
Ou o cansativo chavão: “no meu tempo não era assim...”
Isso envelhece!
O seu tempo agora é outro...
Autenticidade e simplicidade em ser o que você é...
Aprenda a perdoar e a pedir o perdão...
Isso é inteligência!
Abra suas mãos e seu coração...  
Nascemos de mãos fechadas.
Morremos com as mãos espalmadas.
Saiba doar e receber...
Pratique a gratuidade em tudo!
Nossa vida é fugaz... passagem meteórica...
Tudo se esvai!
Fica o amor vivido... sofrido... gozado... amado realmente...
Ficam momentos de felicidade... eternas lembranças
Delicie-se com as boas sementes deixadas!
Amargura, decepções, apague não vale a pena, preze sua pressão arterial...
Mantenha sempre sua mente no azul das emoções!
Sonhe... viaje ao infinito...
Seu pensamento é o único lugar onde você é realmente livre...
Usufrua! Delegue! Esqueça! Viva! Ame! E deixe viver....


Célia Rangel




16 comentários:

  1. Muito bom, Célia.

    O tempo passa e saber transitar pelas fases da vida é a grande sabedoria.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida Célia!
    Uma menasgem edificante com conteúdo de valor de vida...
    Sempre é assim por aqui...
    Seja feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir
  3. Por minha geração, fui adolescente na década de 50, previa viver até próximo dos 40; Atualmente estou chegando aos 79 e me dei conta que fiz uma vida feliz. As paixões que nortearam minha vida, sempre foram abstratas, as lutas para colaborar por uma causa. Meu corpo envelheceu e reconheço minhas limitações, já não tenho pressa, as segundas feiras são apressadas... Célia você me fez olhar para o espelho - te agradeço, foi muito gratificante olhar pra mim. bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Célia, ótima reflexão você nos trouxe com essa pérola.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Tempo, tempo, tempo, tempo... compositor de destinos, tambor de todos os ritmos!

    ResponderExcluir
  6. Muito difícil, mas creio que temos essa noção e aos poucos essa capacidade de adaptação. Por isso a vida nos tira lentamente a juventude. Perfeita reflexão.
    Beijo, Célia.

    ResponderExcluir
  7. A constante e infinita evolução não precisa de rótulos, beijos

    ResponderExcluir
  8. Célia: belíssima reflexão sobre esse processo tão natural da vida.Que precisa mesmo ser vivido com muita sabedoria.
    Grande abraço pra ti.

    ResponderExcluir
  9. Um poema com ideias sábias.
    Gostei muito, magnífico.
    Continuação de boa semana, amiga Célia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  10. Muito bonito, Célia! Muito completo, muito acertado! Gostei. Muito!
    Vou tentar seguir todas estas suas orientações.

    Beijo

    ResponderExcluir
  11. Boa Noite!!!
    Que linda mensagem, nos faz pensarmos em como encaramos a nossa vida, no que realmente importa. Gostei muito.
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderExcluir
  12. O meu tempo, é hoje, agora...
    Outros tempos já passaram.
    Pobrezinh@s de quem chora
    Os tempos que já ganharam.

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  13. 20 de outubro dia do Poeta.
    Querida Poetisa, que jesus te iluminando e que você continue nos encantando com suas lindas poesias.
    Já dizia os poetas:
    “Ser poeta é fazer de cada despedida uma saudade
    É ter nas mãos os sonhos, vivê-los de verdade
    Chorar, sorrir, sem medo de viver...”

    “Poeta para ter o dom...
    Das palavras...
    Palavras de ternura... de carinho...
    E poder encher...
    nossos coração com amor
    Escrevendo seus lindos versos e poesias”.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  14. Hoje 20 de outubro, dia do poeta.
    Parabéns, querida poetiza pelo seu dia.
    Tem homenagem no blog e selinho.

    Parabéns!
    Que seus dias seja lindo e que cada vez mais
    você nos encante com suas poesias

    ResponderExcluir
  15. Oxalá consigamos tal proeza!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
  16. Um texto real, sim Célia temos que vivenciar a idade que temos e não querer ir atrás dos jovens e vivenciar o que eles vivenciam, já fizemos isso, tudo tem seu tempo, sábios conselhos Célia, saber disso tudo sabemos, mas vivemos esquecendo, temos que ser pé no chão , você tem toda razão, grata beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.