quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

A Vida em poema  


Em segredo converso com meu coração
Repousante diálogo transcendental
Não há suspenses... há eloquência nos silêncios
Longa é a reflexão entre a realidade e o sonho
Uma guerra entre o racional e o emocional
Revolucionária terei de tergiversar nas decisões
Condescender sem exigências
Limpar o celestial e repensar sempre
A cada novo desabrochar, encantamentos...
Mordiscar apenas, para não sentir aversão
Viver por amor e do amor
Envolvida em uma colorida noite de sonhos
Onde você e eu seremos nós
Embriagados no desejo e no prazer da vida
Sonhemos.
Isso basta.


Célia Rangel


18 comentários:

  1. Conversar consigo mesma é ter um diálogo sem máscaras nem falsidades, mas uma sinceridade única com o próprio coração. QUe lindo poema, beijinhos.

    ResponderExcluir
  2. Lindíssimo poema, com uma profundidade e leveza enormes.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. A autora do «A Vivenciar a Vida» gostou sobremodo
    deste belo poema.
    Sonhemos, poetisa.
    Abraço.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  4. Sonho, poema, vida. Versar o sentir, o existir. Bela postagem, Célia.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  5. Sonhar é viver... porque a vida sem sonhos é sobreviver...
    Magnífico poema, parabéns. Gostei imenso.
    Continuação de boa semana, amiga Célia.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo poema.
    Uma mistura bela de vários sentimentos.
    O coração é uma porta para todos eles e a poesia é a raiz que o enrosca.

    Abraço

    ResponderExcluir
  7. No sonho o silêncio se faz coração e sonha o que basta! abraços

    ResponderExcluir
  8. Bom dia. E é tão bom quando temos a versatilidade de conseguirmos conversar com nós próprios. Quando o nosso ego fala com o nosso coração, regra geral, acontece um sorriso de felicidade
    .
    * Adejam pétalas ... como lábios se beijando *
    .
    Deixando votos de um dia feliz
    .


    ResponderExcluir
  9. Lindo, sonhar é tudo de bom!
    O amor eternizado!
    Amei ler, pois é mesmo assim, sempre estamos onde queremos estar pela força de fazer nos sentir!
    Abraços apertados querida Célia!

    ResponderExcluir
  10. Boa noite
    Lindo
    Um grande abraço saudades por aqui passar
    maria alice
    www.mariaalicecerqueira.com.br

    ResponderExcluir
  11. Pois é...o que seria de nós, os habitantes desse mundinho pobre, ganancioso e violento se não fossem a natureza, a generosidade e amor de boa parte dos habitantes, os animais e os nossos sonhos?
    beijo!

    ResponderExcluir
  12. Oi, querida Poetisa, Célia Rangel !
    "Basta", sim, Amiga.
    Disseste tudo ao teu coração...
    Belo texto ! Parabéns, um ótimo
    domingo e um fraterno abraço,
    aqui do Brasil.
    Sinval.

    ResponderExcluir
  13. Sempre um sonho nos arrasta. E é esse sonho que permite que o coração saiba fazer as suas escolhas. Por isso devemos ir onde ele nos leva... Muito belo este poema, Célia.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  14. A Vida, em si, é um Poema
    Que nos adorna e enfeita.
    É como se um diadema
    Encimasse a Alma eleita...

    Beijo
    SOL

    ResponderExcluir
  15. Célia linda tarde de domingo.
    De todo belo poema
    esses versos me
    fazem pensar, pois são
    verdades:
    "Não há suspenses... há eloquência nos silêncios" Célia Rangel
    Adorei ler.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderExcluir
  16. Majestoso poema e o que mais me encantou foi esses versos:
    A cada novo desabrochar, encantamentos...
    Mordiscar apenas, para não sentir aversão
    Viver por amor e do amor

    Abraços afetuosos!

    ResponderExcluir
  17. Olá Célia, mais que um poemeto uma obra prima, ter discernimento para adentrar no próprio "Eu"é provocar a lapidação interior...
    Destaco esta belezura.
    "Longa é a reflexão entre a realidade e o sonho
    Uma guerra entre o racional e o emocional"

    Bom fim de tarde.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  18. Como é bom sonhar! Que os bons se realizassem né? Beijos

    ResponderExcluir

Seu comentário evidencia o seu 'pensar'.
Saiba que aprendo muito com você.
Obrigada, meu abraço,
Célia Rangel,
Autora responsável pelo blog.
Obs.: NÃO POSTAREI COMENTÁRIOS ANÔNIMOS.